A ADEVIMA tem como missão a preservação do meio ambiente e dos direitos sociais, culturais e econômicos dos Atingidos por grandes empreendimentos na Amazônia (principalmente barragens e mineração) e na defesa de uma sociedade mais justa, fraterna e solidaria. Tem estimulado ações que suscitem organização, participação e solidariedade através de atividades organizativas e associativas, tanto nas áreas rurais como nas urbanas. Por isso estimula e apoia o protagonismo e a organização das famílias atingidas pelas barragens na defesa e garantia de seus direitos, através do desenvolvimento de ações com caráter de formação, mobilização, organização e reivindicação.

 

Possui sua sede central em Marabá/PA e escritórios nos municípios de Altamira, Itaituba e Belém, além disso, possui representação nos municípios de São João do Araguaia, Nova Ipixuna e Novo Repartimento. Com estrutura funcional, tecnológica e administrativa – necessária para melhor atender os seus associados e beneficiários dos seus projetos em suas mais diversas demandas.

 

A ADEVIMA conta também, com equipe de profissionais ligados as áreas de Agronomia, Pedagogia, Serviço Social, Comunicação e Publicidade. Além de uma equipe administrativa coordenada por sua direção localizada estrategicamente em municípios do Pará.

 

A entidade tem como característica, adquirida ao longo de seus 05 anos, uma ampla autonomia de se adaptar rapidamente conforme a necessidade de seus projetos vinculados (logística), pois a ADEVIMA mantem um grande leque de articulações com diversos profissionais comprometidos e colaboradores e entidades apoiadoras.

 

Ao longo dessa trajetória muitos foram os parceiros que conquistamos e que vem nos acompanhando até os dias atuais. Estas parcerias estão elencadas em áreas de interesse comum, ou seja, estão divididos entre financiadores através de convênios ou patrocínios, grupos de apoio á pesquisas, assessorias, e cooperativas. Dentre eles: GLOBAL GREENGRATS FUND, CESE, Coordenadoria Ecumênica de Serviço, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - CMDCA, Fundo ELAS, Associação das Famílias da Transamazônica e Xingu – AFATRAX, Grupo de Trabalho e Juventudes, Grupo de Articulação Interinstitucional de Enfrentamento do Trabalho Escravo – GAETE,  Fundação Banco do Brasil  e em nível regional e local a ADAI E ANAB estabelece um leque de articulações e parcerias com órgãos públicos e privados.

INSCREVA-SE PARA RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS.